Sem título-1

ENTREVISTA: Prefeito Volnei Morastoni – ITAJAÍ

ENTREVISTA: Prefeito Volnei Morastoni – ITAJAÍ

Sopa de Siri: – Como se vê, hoje, o cidadão Volnei José Morastoni?

Volnei Morastoni: – Vejo-me com muita responsabilidade por ter sido escolhido mais uma vez para a honrosa missão de cuidar da nossa cidade.

 

Sopa de Siri: – As realizações nos primeiros 100 dias de governo são evidências impactantes de uma gestão disposta e determinada na produção e na qualidade. Por exemplo, em tão pouco tempo mais de 100.000 visitas eliminando focos do Aedes Aegypti, combatendo dengue, chikungunya e zika vírus, doenças endêmicas recentes.

Volnei Morastoni: – Esta foi uma das primeiras determinações do nosso governo, quando já no primeiro dia reunimos várias Secretarias e Fundações para se engajar num grande mutirão. Felizmente o resultado foi positivo e quem ganha com isso é a nossa população.

 

Sopa de Siri: – A gestão do Porto de Itajaí começa a colher os primeiros resultados de suas ações. Toda a rede de trabalhadores portuários, empresas de logística e afins podem esperar melhorias neste setor que estava combalido?

Volnei Morastoni: – Sim. Nós já temos algumas luzes no fim do túnel. Pegamos o porto numa situação dramática. Por isso, desde o momento da transição e nos primeiros dias de governo fomos aos governos – estadual e federal – em busca de apoio. Recentemente assinei em Brasília aditivo no valor de 23 milhões de reais para a retomada das obras do berço três. Por outro lado, a draga chinesa já iniciou a dragagem do Rio Itajaí-Açú, obra de quase 39 milhões de reais que permitirá a entrada de navios com calado de 14 metros. Também as obras da bacia de evolução, que permitirá a entrada de navios de até 366 metros. Decreto do presidente da república em maio permite a renovação do contrato de arrendamento com a APM Terminals. Recebemos recursos no valor de 11 milhões, do governo federal, para as desapropriações para avançar as obras da Via Portuária. Enfim, já podemos vislumbrar sinalizações positivas para breve.  

 

Sopa de Siri: – A adoção do projeto da Escola da Inteligência, de Augusto Cury, que se preocupa com uma educação sócio-emocional, significa adesão à inovação, melhoria na qualidade dos meios de formação de nossas crianças. Itajaí é o primeiro município em Santa Catarina a implementar o projeto. Temos professores tecnicamente preparados?

Volnei Morastoni: – Considero uma das grandes inovações que estamos fazendo, e nisso eu me empenhei pessoalmente. Sou leitor do psiquiatra Augusto Cury, que aborda profundamente o tema da gestão da emoção. A nossa educação em Itajaí já é de boa qualidade, temos excelentes professores, em todos os níveis, mas devemos melhorar e inovar sempre. O programa Escola da Inteligência aborda o aspecto sócio-educacional, considerando o modo e a qualidade de vida das crianças de hoje. A escola deve formar pensadores, mentes abertas para uma melhor compreensão da vida e do mundo, pessoas que saibam conviver socialmente. Começamos em oito centros de educação infantil e duas escolas de ensino fundamental, como plano piloto. Nos próximos anos ampliaremos. Já temos sinalizações positivas de resultados da aplicação deste programa. Quanto aos professores, eles são capacitados por técnicos que trabalham o projeto, e que trabalham também os pais dos alunos, numa preparação conjunta.

 

Sopa de Siri: – A empresa Itajaí Participações que tem entre suas atribuições a implantação do Distrito de Inovação de Itajaí representa importante avanço em termos de possibilidades de atração de investimentos para o município e para a região. Há previsão para o início das atividades do Distrito de Inovação?

Volnei Morastoni:A Itajaí Participações é uma S.A. – uma empresa pública. O município de Itajaí é o único acionista. É uma pérola. A empresa foi criada, pelo Decreto nº 9957 de 02 de abril de 2013. Estamos envidando esforços para que com maior brevidade este mega projeto mostre resultados. Recentemente houve a substituição do presidente do Conselho Executivo da Itajaí Participações, assumindo o cargo o Sr. Jair Bondicz. Esperamos que até o final deste ano o prédio que abrigará o Centro de Inovação possa ser entregue.

 

Sopa de Siri: – A Fundação Cultural de Itajaí, apática no último ano, ganhou vida com o Superintendente Prof. Normélio Weber o Diretor Administrativo Vanderlei Lazzarotti, e equipe. A Lei de Incentivo à Cultura vai receber mais recurso no próximo ano?

Volnei Morastoni: – É, a Fundação Cultural ganhou vida com o Prof. Normélio à frente, com muita disposição, retomando projetos antigos, como Arte no Bairro. Há intensa movimentação no Teatro Municipal, na Casa da Cultura, no Laboratório de Música, no Mercado Público. Agora no mês de junho, em comemoração ao aniversário da cidade, teremos extensa programação cultural em todas as áreas das artes e da cultura, com gestão da Fundação Cultural. Itajaí é uma cidade cultural, distinguindo-se não só na região, mas no estado e no país. É uma cidade que tem cultura, que tem música, teatro, dança, artes visuais, literatura, enfim toda essa diversidade. Esta realidade, naturalmente, leva a sugerir a necessidade de maior investimento público, através de Leis de Incentivo federal, estadual ou municipal. E o nosso compromisso com a cultura cresce cada vez mais, inclusive aumentando os recursos via Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Faremos o possível no próximo ano.

 

Sopa de Siri: – A atual situação econômica do país reduziu as receitas dos municípios; além disso, ficaram dívidas do governo anterior. Por estas razões a palavra de ordem é “contingenciamento”. As dívidas deixadas dificultaram a atual administração?

Volnei Morastoni: – A redução dos valores dos repasses do governo federal aos municípios, somada à redução da arrecadação própria, realmente leva ao contingenciamento dos gastos. Temos um cenário muito difícil. Por isso propusemos um contingenciamento que ainda não foi publicado, mas que já está em curso e estamos ultimando essa definição.   

 

Sopa de Siri: – Na questão da mobilidade urbana, o transporte coletivo de passageiros tem grande importância. Quais providências a médio prazo a população pode esperar?

Volnei Morastoni: – Estamos contratando a consultoria, LabTrans – Laboratório de Transporte e Logística, da UFSC, especializada em mobilidade urbana, para que faça um estudo da nossa realidade. Depois é que vamos tratar do transporte coletivo. O Tribunal de Justiça de SC anulou o contrato com a atual empresa, por decisão em ação popular. Faremos licitação para contratar nova empresa, já que à empresa atual não interessa continuar. Estamos obsoletos em termos de prestação e gerenciamento de transporte coletivo, e por isso estamos tratando este assunto técnica e cientificamente buscando a melhor solução.

 

Sopa de Siri: – A imprensa noticiou tratativas entre o governo municipal de Itajaí e a Capitania dos Portos de Santa Catarina, através de sua Delegacia de Itajaí, relacionadas ao acesso de pessoas ao farol de cabeçudas. Como está esta questão?

Volnei Morastoni: – Realmente. Já nos reunimos com o Capitão-de-Fragata Alekson, delegado em Itajaí, o Comandante da Capitania dos Portos de SC e o Almirante. Eles foram receptivos à ideia e solicitaram a apresentação de projeto neste sentido, para ser avaliado. A preocupação da Marinha é a segurança das pessoas e a incolumidade do farol. Encaminhei ofício à Marinha do Brasil, com cópias para a Capitania dos Portos de SC e à Delegacia em Itajaí, materializando o nosso interesse. Agora vamos providenciar junto à Secretaria de Turismo a execução de um projeto. Trata-se do acesso a importante atrativo turístico. Temos total interesse. Sabemos que teremos que executar várias obras: o acesso, a iluminação, o guarda-corpo em vários pontos; e, lá em cima, um deck que possibilite visão panorâmica, e outras.

 

Sopa de Siri: – Este mês Itajaí comemora 157 anos de emancipação político-administrativa. Vai ter bolo? Como está a programação?

Volnei Morastoni: – Muito bolo. Vamos concentrar os cortes dos bolos na semana do aniversário: serão oito bolos – no centro e em bairros. É importante frisar que por ocasião da festa dos cortes dos bolos haverá grande programação artística. De toda a programação, vou destacar dois eventos: dia 10, sábado, a entrega da ponte Tancredo Neves; e dia 24 a entrega oficial do CIS – Centro Integrado de Saúde.

 

Sopa de Siri: – Sua mensagem para os itajaienses.

Volnei Morastoni: – Estamos trabalhando firme, em todos os setores da Administração, a partir do gabinete de gestão integrada. Na metade do ano lançaremos o edital para a implantação da guarda armada – possivelmente no próximo ano. Temos um corpo técnico trabalhando melhorias no sistema viário, interligando ruas, binários, possibilitando uma mobilidade urbana condizente com as exigências de hoje. Finalmente, a par dos problemas econômicos, estamos trabalhando com boas perspectivas.

 

Sopa de Siri: – Muito obrigado.

 JJJ

No momento da entrevista com Álvaro Castro.

 

 

Compartilhe nas Redes Sociais:

Publicidade

Nenhum comentário.

Escrever um Comentário

Tem alguma crítica, dúvida ou sugestão em relação à publicação? Então deixe o seu comentário e entre na discussão!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>