VAI Bar do Pacheco 1

Lila, a cadelinha do Pacheco

Há quase cinco anos, Pacheco estava com um amigo no município de Penha, que o convidou para ir à casa de um casal conhecido. Ao chegar lá, Pacheco ficou impressionado com o amor do casal pelos cães. O quintal estava repleto de cães, alguns mutilados, outros doentes, outros feridos e alguns filhotes. O casal não podia ver um cão abandonado, que logo o abrigava e imediatamente iniciava o tratamento do animalzinho. A dona da casa dirigiu-se a Pacheco e, mostrando um filhote, disse:
– Esta é a Lila. Quer levar ela?
Pacheco aceitou e trouxe Lila para morar com ele.
Hoje, com quase cinco anos de idade (completará em janeiro de 2015), Lila é uma cadelinha saudável e esperta, que vive no Bar do Pacheco (antigo Bar São Pedro) na Rua João Gaya, esquina com Rua Alberto Werner.
Aos poucos – à medida que Lila crescia – Pacheco a deixava passear pelas ruas da Vila Operária, próximas ao Bar, em companhia de uma jovem que gostava muito de Lila. Assim a “Lila do Pacheco”, como é conhecida, foi crescendo e conhecendo os arredores de seu habitat. Paparicada pelos frequentadores do Bar do Pacheco e de vizinhos, conquista amigos e admiradores. É motivo de comentários o fato de Lila só atravessar a rua em cima da faixa de pedestres.
Certa ocasião, uma senhora ao ver a cadelinha na Rua Brusque, pensando que estava perdida, pegou-a e a trouxe no colo até o Bar. Desse dia em diante, conta Pacheco, a cadelinha odeia a mulher. Sempre que esta senhora se aproxima da Lila ela rosna, exteriorizando desagrado; Lila nunca a perdoou por interromper o seu passeio.
Quem desejar conhecer Lila é só aparecer no Bar do Pacheco.

VAI  3 VAI Lila 2 VAI Lila

Compartilhe nas Redes Sociais:

Publicidade

Nenhum comentário.

Escrever um Comentário

Tem alguma crítica, dúvida ou sugestão em relação à publicação? Então deixe o seu comentário e entre na discussão!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>