R$ 0,00

Nenhum produto no carrinho.

Arte e cultura

Evento cultural “Livros abertos” distribuirá 600 obras para crianças e adolescentes de escolas públicas de Itajaí

Até o mês de junho, 10 autoras itajaienses, uma editora de Itajaí e duas escritoras de outras cidades catarinensesparticipam do projeto "Livros abertos" distribuindo...

Noticias

2ª TEMPORADA DA SÉRIE CINE.EMA

A 2ª temporada de Cine.EMA – poesias audiovisuais para a primeira infância da Eranos Círculo de Arte será lançada no dia 21 de maio,...

Revista do Mês

VÍDEOS

Últimas matérias

PROJETO GRATUITO LEVA CRIANÇAS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ITAJAÍ AO TEATRO

O projeto "A escola vai ao teatro - infância em foco", realizado pela Téspis Cia de Teatro, levará ao teatro para ações culturais e...

Prefeitura de Camboriú realiza Etapa Preparatória da 6ª Conferência Nacional das Cidades

A Prefeitura de Camboriú, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano, em parceria com o Conselho das Cidades, realizará, no dia 19 de junho,...

Camboriú realiza Espetáculo Musical em prol do RS

A Prefeitura de Camboriú, em parceria com a Associação de Músicos do Vale realiza, no dia 19, das 10h às 20h, o evento do...

2ª TEMPORADA DA SÉRIE CINE.EMA

A 2ª temporada de Cine.EMA – poesias audiovisuais para a primeira infância da Eranos Círculo de Arte será lançada no dia 21 de maio,...

Dautin

Evento cultural “Livros abertos” distribuirá 600 obras para crianças e adolescentes de escolas públicas de Itajaí

Até o mês de junho, 10 autoras itajaienses, uma editora de Itajaí e duas escritoras de outras cidades catarinensesparticipam do projeto "Livros abertos" distribuindo...

2ª Edição do Degusta Camboriú

Para a 2ª Edição do Degusta Camboriú a ser realizada dos dias 5 a 9 de junho, foi realizado no dia 02 de maio...

6ª edição do Festinfante

A 6ª edição do Festival de Artes para a Infância – Festinfante, apresentará seis espetáculos de diferentes estados brasileiros, entre os dias 2 e...

Programação Cultural comemora 10 anos da Karma Coletivo 

Mais de dez ações culturais serão realizadas gratuitamente em diferentes bairros e espaços de Itajaí, para comemorar os 10 anos da Karma Coletivo. A...

Citronela, planta que atua como repelente natural

Uma ação, organizada pelo Programa de Extensão Plante Saúde e o Horto Medicinal, da Univali, realizada no dia 18, na Vila da Saúde, localizada...

Iniciam Exposições na Casa da Cultura

A Casa da Cultura Dide Brandão recebe na terça-feira, dia 23, às 19h, na Galeria Mauro Caelum a exposição fotográfica “Reflexões”, de Fernando Phillipi,...

INSCRIÇÕES PARA OFICINA Literária Poéticas Oníricas do Sonhar Social

A artista e psicóloga Sandra Coelho realiza entre os meses de maio e julho, gratuitamente, a "Oficina Literária Poéticas Oníricas do Sonhar Social -...

Prefeitura de Camboriú recebe exposição no Paço Municipal

A exposição “Mãe e Filha”, do Grupo de Artistas plásticos -GAP- de Balneário Camboriú, exposta no Hall da Prefeitura de Camboriú, até 25 de...

Biblioteca Pública Municipal de Itajaí recebe exposição de artes plásticas

A Biblioteca Pública Municipal e Escolar Norberto Cândido Silveira Júnior recebe, quinta-feira, dia18, a partir das 20h, a exposição com obras do artista plástico...

 Sarau do Hang Ferrero

Estamos preparando um grande evento, com atrações retumbantes, muita poesia, música, performances, vários momentos de microfone aberto etc. O local escolhido foi a Lord Distillery,...

Música

Poesia da Semana

Relicário das Lembranças

Kecia Almeida

Que saudade
Daquele cheiro do café
E da ciriguela tirada diretamente do pé. Pegar o ônibus escolar,
Chorar até soluçar só pelo balão colorido estourar.
Ficar nervosa ao se apresentar na frente dos coleguinhas.
Rir até chorar por consequência das "cosquinhas".
De ser livre para brincar, cantar, sonhar e acreditar que tudo é possível,
Por mais que seja,
E eu até veja,
Sinto falta
Daquele ser
Que já não é,
Mas um dia foi,
Eu.

O meu grito
Álvaro Castro

Quando eu liberar o meu grito,
se um tonitroar rasgar o infinito
bobagem perder a calma;
a agonia de minha intuspecção
me valerá por veredito:
atrofiada estará minha alma.

O eco (meu ego) some, não reverbera.
Se minha voz não alcança as montanhas
inútil é a minha espera;
se o grito não passar de mim,
não sair de minhas entranhas,
frustra-me e não atinge o seu fim.

Se camelo blaterar é costumeiro
como a coruja chirriar,
ou balir o cordeiro,
e se é legítimo um cão rosnar,
por que, então, não consigo gritar?!
Não um grito qualquer, despropositado,
Mas do fundo de meu âmago.

Exercitarei meu grito
até alcançar o infinito!
Quero voar, ouvir o ruflar de asas,
encontrar-me com anjos,
sufocar meu ego e silenciar o eco.
E o meu grito, saído de minhas entranhas,
finalmente se ouvirá além-montanhas
– rasgará o infinito –
e nunca mais será o dito pelo não dito.

PENSAMENTOS
Álvaro Castro

Se pensas que penso como esperas
que eu pense, provavelmente te equivocas,
pois, penso que penso diferentemente,
até quando duvidando me provocas.

Penso que pensas que sabes o que penso
e penso que não pensas bem.
Talvez também me equivoque, não sei:
... se meus olhos me traem e te revelam
o que penso e nem eu mesmo sei.

Mas se queres saber de mim
o que penso realmente de ti,
basta ouvir-me quando falo
e refletir quando me calo.

Para mim é demais interessante,
mesmo quando prepotente e arrogante;
apenas não consigo compreender-te
quando, indecisa e vacilante,
desprezas o meu amor suplicante;
quando em teus repentes lembras que
que sou um pobre poeta – que sou diferente.

DESABAFO DE POETA

Álvaro Castro

Milhões de astros no cosmos ultramarino
milhares de vidas no colo intra-uterino

Formas de astros e espécies de vidas
diversos e infinitos espaços
céu, terra, águas, barrigas,
ovários e úteros – doces regaços.

Partículas e espermatozóides
inspiram o poeta criador,
xingado de debilóide
quando exprime a própria dor.

Ante as verdades do poeta
os ignorantes e os desatentos
da platéia - surdos patetas -
dissimulam seus desalentos.

Inobstante, os poetas "vagabundos"
jogam pérolas aos porcos:
ouvintes moribundos,
insensíveis, quase mortos.

 

 

Apaixonada 

Andrea Bordin Ribeiro

É tão bom estar apaixonada 

É tão bom sentir 

Seu beijo é teu abraço 

Sentir seu cheiro 

Sentir seu corpo ao meu 

É sentir saudades quando 

Ele não está 

Quando ele está tudo 

Fica lindo 

Lembra da música que ele gosta  nos lugares 

Quando você  foi embora 

Sempre  será lembrado para sempre em minha mente. 

 

Meu amor e mais doce do que o mel 

Andrea Bordin Ribeiro   

Meu amor e mais doce do que  o mel 

Só  teus beijos tem poder 

Vai  levando o meu amor 

Para ficar junto de ti 

No meu coração 

Eu sigo te amando 

De todo meu coração por você  

Eis a meninas dos sonhos 

Estou  esperando por ti 

Guardes bem minhas palavras ninguém pode me impedir 

Minha sina foi marcada 

No dia que te conheci 

Nosso amor é muito forte 

Um dia vamos  nos unir.